Ações de farmacêuticas saltam até 5.200% com avanço da vacinação anticovid

O desenvolvimento de vacinas em tempo recorde para a contenção da covid-19 está rendendo alto retorno financeiro para as indústrias farmacêuticas que conseguiram ter o seu próprio imunizante aprovado. Segundo estudo feito pela plataforma de informações financeiras Economatica, a pedido da CNN Brasil Business, as ações dessas empresas saltaram até 5.200% do começo de 2020 até o momento.

O levantamento só considerou empresas farmacêuticas que trabalharam ou estão trabalhando em uma vacina anticovid e que são listadas na bolsa de valores de seus países.

As ações da farmacêutica norte-americana Novavax, que tem uma vacina em fase final do ensaio clínico, são as que mais se valorizaram no período. De acordo com o levantamento, os papéis da empresa saltaram mais de 5.200%. Já em valor de mercado, a maior valorização foi da alemã BioNTech, que cresceu 157%.

A segunda empresa que mais viu as suas ações se valorizarem no período foi a Moderna Therapeutics, com 1.100%. Na sequência, vêm BioNTech (+596%), Astrazeneca (+18%), Jhonson (+13%), Pfizer (+12%) e Sanofi (+4%).

A única farmacêutica entre as analisadas que não teve suas ações valorizadas no período foi a canadense Zymeworks, com queda de 22%.

Em valor de mercado, depois da BioNTech, a empresa que mais cresceu foi a Astrazeneca (19%), seguida pela Jhonson (16%), Novavax (12,9%) e Sanofi (4%). A Pfizer e a Zymeworks registraram queda no período. As empresas recuaram 2% e 11%, respectivamente.

VACINAÇÃO NO MUNDO

Segundo dados do World in Data, até o último domingo (11.jul.2021), 25,3% da população mundial recebeu pelo menos uma dose da vacina contra a covid-19. 3,44 bilhões de doses foram administradas em todo o mundo, sendo que, no momento, 29,58 milhões de doses são aplicadas todos os dias.

Poder 360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *