Advogado denuncia uso de salsichas com vidro para matar animais na PB

O advogado Francisco Garcia trouxe à tona, através do seu perfil nas redes sociais, uma denúncia feita por uma mulher da cidade de Picuí, no interior da Paraíba. Ela alega ter encontrado salsichas recheadas com cacos de vidro na cidade, nesta sexta-feira (17). O alimento adulterado foi encontrado nas imediações de onde cães foram vistos agonizando e sangrando.

As salsichas foram achadas por Maria das Vitórias da Silva, na Praça de Eventos. Ela mesma retirou os alimentos do local. Maria costuma fornecer ração aos animais que vivem nas ruas da cidade e ela mesma encontrou dois cachorros sangrando na última semana. Sem saber ainda do que se tratava, levou dois cães para casa, onde permanecem recebendo tratamento.

No vídeo, publicado no Instagram, Francisco Garcia relembrou que essa prática caracteriza maus tratos, que é crime de acordo com o Código Penal Brasileiro.

“Praticar maus tratos e matar animais são crimes tipificados pela lei federal 9605/98 com pena de até cinco anos de xilindró e não cabe fiança na esfera administrativa”, explicou o coordenador do Núcleo de Extensão em Justiça Animal (NEJA).

Fonte: Portal T5

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.