Aplicativo é melhor que médicos para analisar exames de fezes, diz estudo

Um aplicativo para celular foi considerado tão eficiente quanto a análise de amostras de fezes para o diagnóstico de doenças. A inteligência artificial usada no aplicativo também superou os relatórios de pacientes que descreveram as características de suas amostras fecais.

As amostras de fezes são muito importantes para avaliar alguns sintomas, que podem ser importantes para diagnosticar doenças e avaliar a eficácia de medicamentos. “Às vezes, os pacientes não sabem o que é normal ou anormal ao tentar caracterizar um movimento intestinal”, declarou o autor principal do estudo, Mark Pimentel.

Aplicativo elimina suposições

Segundo os pesquisadores, o aplicativo é capaz de eliminar subjetividades da descrição dos pacientes. Crédito: Crédito: Unsplash/CC0 Public Domain

Segundo Pimentel, o aplicativo elimina as suposições, já que usa inteligência artificial para processar as imagens tiradas pelo smartphone, e não os relatos dos pacientes. “O aplicativo produziu descrições mais precisas e completas de constipação, diarréia e fezes normais do que um paciente poderia”, disse Pimentel.

De acordo com o pesquisador, que é especialista na Síndrome do Intestino Irritado (SII), as avaliações de amostras de fezes do aplicativo foram comparáveis às avaliações de amostras feitas por gastroenterologistas bem treinados. Os resultados foram divulgados no American Journal of Gastroenterology, e serão apresentados na conferência Digestive Disease Week.

Melhor que médicos?

Durante o estudo, os voluntários, que tinham condições como diarreia e SII, foram orientados a usar o aplicativo para capturar fotos de suas fezes durante duas semanas. A inteligência artificial do aplicativo tem como base a Escala Bristol, que é a mais usada para análises fecais no mundo inteiro.

O sistema também conta com a avaliação de dois gastroenterologistas especialistas, que avaliaram as imagens para validar o aplicativo móvel. “A ferramenta de inteligência artificial remove a descrição subjetiva que pode fazer parte da descrição de um paciente de suas amostras intestinais”, defende o coautor do estudo, Ali Rezaie.

“Além de melhorar a capacidade de um médico avaliar a saúde digestiva de seus pacientes, este aplicativo pode ser vantajoso para ensaios clínicos , reduzindo a variabilidade de medidas de resultados de fezes”, completou o pesquisador.

Via: Medical Xpress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.