Banco Itaú demite 50 funcionários que pediram auxílio emergencial indevidamente

O Banco Itaú demitiu 50 funcionários que pediram auxílio emergencial indevidamente. A informação foi dada pela instituição financeira através de um comunicado interno emitido nesta quarta-feira (03).

O banco alegou desvio de conduta, motivo que entra como justa causa.

“Satisfazer interesses particulares em detrimento do bem comum é inaceitável”, afirma o banco, no comunicado. “Não nos restou outra alternativa senão o desligamentos desses colaboradores.”

O auxílio emergencial foi um programa criado pelo Governo Federal durante à pandemia.

Click PB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.