Banco PAN: Polícia Civil investiga hacker em Minas Gerais

Integrantes das Polícia Civis de São Paulo e Minas Gerais cumpriram mandados de busca e apreensão na cidade de São João del Rei (MG), na manhã desta segunda-feira (25). O objetivo é apreender computadores e outros materiais de um morador da cidade histórica, considerado suspeito de integrar a quadrilha de hackers que vazou dados de clientes do Banco PAN, conforme documento de amostra enviado ao TecMundo no dia 15.

De acordo com a TV Integração, afiliada da Rede Globo, os policiais deixaram a Delegacia da cidade mineira por volta das 6h da manhã, e realizaram diligências em cinco locais, onde diversos materiais de informática foram apreendidos. Segundo a reportagem, o suspeito solicitava um pagamento em bitcoins para resgatar os dados obtidos de forma ilegal.

Fonte: Shutterstock/Reprodução.Fonte: Shutterstock/Reprodução.Fonte:  Shutterstock 

O que disse o Banco Pan sobre o ataque hacker?

No dia da invasão, o Banco PAN confirmou ao TecMundo a tentativa de extorsão para que os dados de clientes não fossem divulgados. Porém, segundo a instituição financeira paulista, “não houve comprometimento de conta corrente, indisponibilidade de sistema, ou invasão à infraestrutura do Banco”.

No entanto, a exploração de uma vulnerabilidade existente “permitiu a cópia não autorizada de dados cadastrais, de limite disponível e saldo devedor, sem que tenham sido expostos dados completos de cartão, senhas ou qualquer dado que incorra em risco financeiro direto para o cliente e para o banco”, disse o PAN.

Fontes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *