Bolsonaro e Elon Musk se encontram e falam de Twitter e Starlink

Em encontro com o bilionário Elon Musk, o presidente Jair Bolsonaro fez um breve discurso sobre esperança e chamou o CEO da Tesla e da SpaceX de “mito da liberdade”.

“A compra do Twitter para nós aqui foi como um sopro de esperança. A liberdade é a semente do futuro”, disse o presidente durante o evento realizado no Hotel Fasano Boa Vista, em Porto Feliz (São Paulo). A fala de Bolsonaro foi transmitida por seu assessor nas redes sociais.

Além dos jornalistas que cobriram o evento, participaram do evento empresários como Luciano Hang, dono da Havan e conhecido por ser grande apoiador da família Bolsonaro, Flávio Rocha, da Riachuelo, Carlos Sanchez, da EMS, e Rubens Menin, do Banco Inter e da CNN Brasil. Outros nomes como Rodrigo Abreu, presidente da Oi, Carlos Fonseca, da Galapagos Capital e José Félix também marcaram presença.

Os ministros Augusto Heleno, Ciro Nogueira, Carlos França e Paulo Sérgio também acompanharam o evento — que contou com um almoço no hotel.

Internet da Starlink

Durante sua estadia no Brasil, o bilionário, em parceria com o governo brasileiro, anunciou que 19 mil escolas em áreas rurais na Amazônia ganharão internet dos satélites Starlink, além de realizar monitoramento na região amazônica.

Segundo o ministro da Economia, Fábio Faria, o objetivo é “conectar 100% das escolas até o final do ano e fazer com que a tecnologia ajude na preservação da Amazônia”. Além disso, o ministro disse que a conectividade ajudará a combater desmatamentos na floresta com soluções como “drones autônomos”.

Mais detalhes oficiais sobre a implementação das tecnologias da Starlink na Amazônia ainda não foram divulgados. O restante da agenda de Musk no país também segue um mistério, mas o bilionário anda bastante ocupado atualmente. Além de a Tesla ter sido retirada do índice S&P 500, acusações de assédio envolvendo o bilionário voltaram à tona nesta semana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.