Cotado para ser o novo comandante-geral da PM na Paraíba, coronel Sérgio Fonseca diz que aceitaria assumir cargo: “vou cumprir o que o governador determinar”

Após 11 anos e 3 meses à frente do comando-geral da Polícia Militar da Paraíba, o coronel Euller Chaves foi exonerado nesta quinta-feira (31) do cargo. A medida foi um desejo do próprio coronel que pretende se filiar ao Podemos para concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) nas Eleições deste ano.

Para ocupar o cargo, o principal nome cotado é o do coronel Sérgio Fonseca, atual secretário de Administração Penitenciária do Estado. Ao ClickPB, ele afirmou que, até o momento, o governador João Azevêdo (PSB) não o procurou para tratar do assunto, mas garantiu que assumiria “qualquer missão” determinada pelo gestor.

“O que eu posso dizer é que os nossos projetos da secretaria estão firmes e fortes. Continuo como secretário de Administração Penitenciária. Não tive nenhuma conversa com o governador. Mas, eu sou um homem de missão. O que o governador determinar nós estamos aqui para cumprir as missões dele. Ele determinando que eu permaneça, que eu migre para a polícia ou que vá para qualquer outra secretaria, nós temos que cumprir”, disse.

Fonte: Click PB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.