Criminosos vendem logins e senhas de cadastros do SUS

Criminosos estão colocando à venda logins e senhas de pessoas cadastradas nos sistemas CadSUS (Cadastro Nacional de Usuários do SUS) e E-SUS do Ministério da Saúde. Os anúncios feitos por meio de posts no Facebook e em vídeos no YouTube foram encontrados pela Folha de S. Paulo.

Com os dados em mãos, é possível alterar as fichas dos cadastrados nos sistemas, mudando informações como nome dos pais, RG, foto, tipo sanguíneo, raça, entre outros. Além disso, os criminosos afirmam no anúncio que é possível adicionar dados de certidão de nascimento, casamento e mais. Vale ressaltar que os anúncios dos criminosos foram feitos antes do ataque de ontem (9) ao Ministério da Saúde.

Em contato com o grupo, o veículo descobriu que os vendedores cobram R$ 250 para a pessoa alterar fichas cadastrais e ter acesso a dados pessoais no CadSUS.

Os culpados

Segundo a Folha, os criminosos não são hackers, mas operadores credenciados nos sistemas que se associam ao esquema e vendem as senhas. A atividade se enquadra como um crime de peculato, que ocorre quando um funcionário público utiliza sua função para obter vantagem.

Em resposta à reportagem, o Ministério da Saúde afirmou que enviou todo o material encontrado pelo veículo à equipe de Segurança da Informação do DataSUS e “que está tomando as devidas providências para a abertura de processo junto às autoridades competentes e devida investigação”.

Fonte: Tecmundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.