Deputado Anísio Maia diz que CPI para investigar privatização de água em Santa Rita esclarecerá muita coisa: “fizeram maquiagem para ganhar licitação”

“Imagina o povo de Santa Rita passando 30 anos sendo abastecido por uma empresa de lixo”, disse o deputado estadual Anísio Maia (PSB) ao revelar sua posição em defesa da CPI que investigará a privatização das águas em Santa Rita. Como acompanhou o ClickPB, o parlamentar revelou que há chances de irregularidades na contratação que foi feita pelo prefeito Emerson Panta.

“Eu apoiarei essa CPI e qualquer outra investigação sobre essa história nebulosa dessa privatização das águas em Santa Rita. Estamos vendo que tem muita coisa para se investigar. Pelo cálculo que fiz, essa empresa vai pagar apenas R$ 77 mil por mês, para explorar o abastecimento de água de 130 mil habitantes. Veja que é algo irrisório. Agora, está sendo divulgado que essa empresa que ganhou a licitação trabalhava com coleta de lixo. Fizeram uma maquiagem nela, para ganhar a licitação. Tudo isso vai se complicando e mostrando que temos que investigar sim” revelou.

Ele ainda criticou a inércia dos vereadores que considerou uma ação de omissão diante o caos gerado no município com a privatização. “Infelizmente a Câmara Municipal de Santa Rita não assumiu esse compromisso, e de forma muito cordial, concordou com isso”, disse em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta quarta-feira (25).

Desde que a Prefeitura de Santa Rita rompeu com a Cagepa e a empresa privada Ane (Águas do Nordeste) assumiu o abastecimento de água e a rede de esgoto do município muitos moradores têm reclamado da falta d’água nas torneiras. São casos de famílias que buscam água na casa de parentes e amigos, se deslocando até João Pessoa para conseguir tomar banho, cozinhar e realizar outras tarefas diárias. Muitos reclamaram, nas redes sociais, que não têm conseguido contato com a Ane através do número de telefone fornecido.

“Temos a obrigação de investigar, essa privatização tem muita coisa para ser esclarecida. O prefeito contratou uma empresa de lixo para fazer o abastecimento de lixo. Temos que ir a fundo nessa história, pois o povo não pode pagar essa conta”, comentou o parlamentar.

Fonte: Click PB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.