Elon Musk faz esforços para adiar julgamento de ação do Twitter

Após a primeira audiência do caso do Twitter contra Elon Musk ser marcada, o time de advogados do bilionário pressiona para que o julgamento seja adiado para 2023.

Enquanto o Twitter quer acelerar as coisas, Musk e seus advogados buscam alongar o processo que o Twitter entrou contra ele, solicitando que o magnata conclua a compra da rede social pelo valor que tinha sido acordado entre as partes, de cerca de US$ 44 bilhões.

Além de pedir para que Elon Musk, o CEO da Tesla e da SpaceX, conclua a compra, o processo movido pelo Twitter reclama das ações do bilionário no processo.

A companhia solicitou que o julgamento começasse ainda em setembro deste ano, e a primeira audiência preliminar foi marcada nesta sexta-feira, para o próximo dia 19. Agora, o time legal de Musk está pressionando para que o processo não ande tão rápido assim.

Os advogados do bilionários alegam que o caso necessitará de “revisões e análise forense” de um conjunto grande de dados. Isto se refere aos argumentos da parte de Musk de que o Twitter subestima o número de spams e contas falsas em sua plataforma. A solicitação dos advogados de Musk foi revelada pelo Bloomberg.

Enquanto as coisas estavam se encaminhando para um julgamento da ação do Twitter em setembro, Elon Musk busca um adiamento para 13 de fevereiro de 2023.

“O pedido repentino do Twitter por velocidade de dobra após dois meses de arrastamento e ofuscação é sua tática mais recente para encobrir a verdade sobre contas de spam por tempo suficiente para levar os réus ao fechamento”, escreveu a equipe jurídica de Musk. O documento argumenta que uma análise da população de bots do Twitter levará muito tempo, mas que o processo é “fundamental” para determinar quanto vale o Twitter.

Com uma audiência já marcada para a próxima terça-feira, 19 de julho, logo saberemos o cronograma do processo, e se um julgamento mais rápido, em setembro, como pedido pelo Twitter acontecerá, ou se o caso passará a ser julgado em 2023, conforme o pedido do bilionário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.