Empresas de ônibus voltam a operar em SP; rodízio de veículos está em vigor hoje

Os ônibus da cidade de São Paulo (SP) voltaram a circular após os motoristas e cobradores entrarem em acordo com as empresas responsáveis pelo transporte público, pondo fim à greve que se iniciou na manhã de terça-feira (14). A expectativa, portanto, é que o serviço opere normalmente ao longo desta quarta-feira (15).

Também nesta quarta, volta a vigorar o rodízio municipal de veículos, válido para placas com final 5 e 6, além da proibição para circular em faixas e corredores de ônibus.

A greve da categoria afetou 713 linhas e 2,7 milhões de pessoas na capital paulista, sobrecarregando o Metrô e encarecendo os serviços de corrida por app.

A SPTrans, empresa municipal responsável pelo serviço de ônibus, informou às 20h que todas as empresas já haviam começado a retornar gradativamente à operação normal.

A decisão sobre o fim da greve acontece após a gestão Ricardo Nunes (MDB) aceitar a liberação de subsídios para atender a uma das reivindicações dos trabalhadores, a de que o reajuste de 12,47% tenha validade desde maio e seja pago de forma retroativa. As empresas de ônibus haviam proposto o reajuste a partir de outubro.

O Sindmotoristas, que representa motoristas e cobradores, confirmou a suspensão da greve. O julgamento do dissídio, que estava previsto para ocorrer no TRT (Tribunal Regional do Trabalho) na quarta-feira (15), também foi suspenso. Segundo o tribunal, os motoristas pediram cinco dias úteis para concluir pontos da negociação sobre os quais ainda não houve acordo. O TRT espera uma resposta sobre as negociações até o dia 23.

Fonte: R7.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.