Estados e municípios pedem adição de R$ 40 bilhões ao orçamento da Saúde

O Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) e o Conasems (Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde) enviaram um ofício ao Ministério da Saúde, nessa 5ª feira (27.mai.2021), em que solicitam ao menos R$ 40 bilhões de crédito adicional ao Orçamento da pasta em 2021. Eis a íntegra do ofício (417 KB).

O documento foi entregue ao secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz. No documento, eles citam dados da Fiocruz de que 18 estados têm ocupação de leitos maior que 80%, e pedem que a pasta agilize a busca por recursos extras para apoio a estados e municípios.

Receba a newsletter do Poder360

“É fundamental termos aporte de recursos para garantirmos o enfrentamento da pandemia”, disse Carlos Lula, secretário de saúde do Maranhão e presidente do Conass, em comunicado oficial.

 

 

De acordo com o ofício, o valor de R$ 40 bilhões deve ser transferido para reforço, na ponta, do atendimento hospitalar, custeio de serviços da atenção básica e vigilância e compra de insumos, remédios e equipamentos.

“Estamos solicitando esse aporte e nos colocamos ao lado do ministério para tentarmos sensibilizar a área economia e o Congresso Nacional a fim de conseguirmos mais recursos para enfrentar a pandemia”, afirmou o presidente do Conass, Carlos Lula.

Rodrigo Cruz, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, disse que vai discutir a demanda dos secretários de saúde com o Ministério da Economia. Na 4ª feira (26.mai), ele disse que o número previsto de vacinas que serão distribuídas contra a covid-19 em junho é de 41,9 milhões. O governo havia anunciado anteriormente que seriam 54 milhões.

Poder 360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *