Estados Unidos identificam duas crianças com varíola dos macacos

Autoridades de saúde dos Estados Unidos informaram, na última sexta-feira (22), que duas crianças foram diagnosticadas com varíola dos macacos no país.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, uma das crianças reside no estado da Califórnia e a outra não mora nos EUA, mas foi testada e diagnosticada na capital Washington, D.C. Ainda segundo as autoridades, ambas estão em boas condições e já recebem o tratamento indicado.

varíola dos macacos
Imagem: Lightspring – Shutterstock

Agora, os responsáveis pelos dois casos investigam onde e quando essas crianças foram infectadas.

Varíola dos macacos já pode ser considerada uma pandemia?

O mundo tem visto um aumento acelerado de casos de varíola dos macacos, doença causada pelo vírus monkeypox e que chegou a ser erradicada há algumas décadas. De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), os diagnósticos positivos já passam de 11 mil e, conforme adiantou a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), a tendência é que os números aumentem ainda mais.

Por que os casos de varíola dos macacos estão aumentando?

Segundo especialistas ouvidos pela BBC News Mundo, o serviço em espanhol da BBC, uma combinação de fatores pode explicar o motivo da disparada dos casos, mas o principal está no fato de a situação ainda não ter sido declarada como uma emergência internacional de saúde.

“A falta de uma declaração de emergência nos deixa sem coordenação global, sem que o dinheiro e os recursos necessários sejam estabelecidos”, disse a médica Kavita Patel, especialista em políticas de saúde pública e ex-assessora da Casa Branca durante a presidência de Barack Obama, à BBC.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.