Jane Panta na vice de João: uma carta na manga do PP, com benefícios claros e evidentes

Com a confirmação de que o PP irá indicar o vice do governador João Azevêdo (PSB), após o recuo de Aguinaldo Ribeiro (PP), que vai disputar a reeleição na Câmara dos Deputados, uma oportunidade interessante se apresenta e vários coelhos podem ser derrubados com uma cajadada só.

Se Aguinaldo e João, em comum acordo, decidem escolher a deputada estadual Jane Panta (PP) para ser a vice, um problema muito incômodo pode ser resolvido: o do estremecimento institucional entre Santa Rita (Jane Panta é a primeira-dama do município) e o Governo do Estado.

Além disso, João ganharia uma vice com base eleitoral na 3ª maior cidade da Paraíba, o que seria um fator estratégico a ser considerado. O problema de não se ter um vice de Campina Grande não seria sentido, já que Aguinaldo Ribeiro, Daniella Ribeiro e Lucas Ribeiro fariam parte da aliança.

E tem mais: com Jane Panta na vice-governadoria, Lucas Ribeiro pode ser candidato a deputado estadual e herdar a importante base eleitoral de Dr. Jane, com chances altíssimas de ser eleito e começar a ter protagonismo no cenário político estadual.

E Jane Panta, como vice-governadora, teria ainda o privilégio de, quem sabe, ser governadora do Estado por 8 meses em 2026, caso João Azevêdo (PSB), após mais um mandato exitoso, resolva ser candidato a senador.

É uma carta na manga do PP e os benefícios são claros e evidentes.

Fonte: Expresso PB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.