João Roma deixa ministério nesta semana e secretário assume pasta

O ministro da Cidadania, João Roma, disse neste domingo (27) que deixará a pasta na próxima quinta-feira (31) e que o secretário de Assuntos Estratégicos do ministério, Ronaldo Vieira Bento, assumirá a função.

Roma está no comando do Ministério da Cidadania desde fevereiro do ano passado. Ele sairá do posto porque planeja disputar o governo da Bahia. Na semana passada, Roma se filiou ao PL e anunciou que é pré-candidato ao Executivo baiano.

Segundo o ministro, Bento foi escolhido para substituí-lo porque já conhece o Ministério da Cidadania e, portanto, pode dar continuidade ao trabalho. De acordo com ele, o mesmo deve ser feito em outras pastas do governo federal.

“O presidente Jair Bolsonaro quis dar um caráter bem técnico a essas sucessões, tanto que todos os ministros que saíram foram substituídos por pessoas que já estavam na estrutura. O importante é dar sequência a um trabalho importante que triplicou os recursos de transferência de renda do Brasil, que zerou a fila do programa social e da área social do governo, que é tão importante para todos os brasileiros”, afirmou Roma.

O ministro deu a declaração após um evento do PL, em Brasília, que reuniu Bolsonaro, autoridades do governo e apoiadores do chefe do Executivo. A cerimônia teve como objetivo incentivar a filiação de mais políticos ao partido, mas o clima foi de campanha pela reeleição do presidente.

Além de Roma, outros ministros de Bolsonaro acertaram a ida ao PL recentemente, como Marcos Pontes (Ciência, Tecnologia e Inovações) e Onyx Lorenzoni (Trabalho e Previdência), que deve concorrer ao governo do Rio Grande do Sul. Já Tarcísio Freitas (Infraestrutura) e Damares Alves (Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos) se filiaram ao Republicanos.

Segundo Roma, os dois partidos trabalharão para impulsionar a candidatura de Bolsonaro à reeleição. “Fico muito feliz de termos conseguido estruturar uma equação que encontram apenas vencedores. A minha ida para o PL e a ida do Tarcísio e Damares ao Republicanos mostram a confiança de todos. Estamos de fato remando para o mesmo caminho, de um Brasil que queremos consolidar com essas conquistas e em defesa da nossa população”, opinou.

Fonte: R7.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.