Jornalistas são atacados durante cobertura de operação policial na PB

Durante a cobertura de uma operação policial que resultou na prisão de um dos acusados de atirar contra um motorista de aplicativo, jornalistas foram hostilizados e pedras foram arremessadas contra veículos de duas emissoras. O carro da TV Tambaú, SBT na Paraíba, foi atingido e danificado. A tentativa de assalto ocorreu na manhã desta quinta-feira (19), no bairro das Indústrias, em João Pessoa.

De acordo com informações da Polícia Militar, os criminosos tinham o objetivo de roubar o carro do motorista de aplicativo. Após atirar na vítima, eles levaram o veículo, mas foram localizados pela guarnição da PM. O carro foi recuperado, um dos suspeitos foi localizado e capturado e o outro fugiu para dentro de uma mata.

Durante o processo de captura, alguns moradores de uma comunidade próxima protestavam contra a ação policial e foram hostis com jornalistas que cobriam o acontecimento. Nesse momento, em meio a ameaças, foram lançadas as pedras contras os carros das emissoras. Ninguém ficou ferido.

Apesar das manifestações, um dos suspeitos foi levado para a Central de Polícia de João Pessoa. O motorista de aplicativo foi socorrido para o hospital de emergência e trauma de João Pessoa.

O homem detido durante a operação da polícia foi liberado depois de ser ouvido. Isso porque a vítima voltou atrás com relação ao reconhecimento, no entanto, o suspeito deve responder por desacato e resistência à prisão. Ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

A motorista por aplicativo Rosildo Antônio do Nascimento, de 64 anos, estava no hospital de trauma até a noite desta quinta (19), com estado de saúde regular.

A TV Tambaú emitiu uma nota sobre o ocorrido. Confira:

“Durante a operação da polícia, os ânimos de alguns moradores da área estavam exaltados. Houve ameaças contra equipes de reportagem e uma pedra foi lançada contra os carros de duas emissoras. Infelizmente, uma das pedras atingiu o carro da TV Tambaú e o vidro traseiro foi danificado. Ninguém da equipe ficou ferido. A Rede Tambaú de Comunicação (RTC) repudia qualquer ato violência contra jornalistas e reafirma que seus profissionais estavam ali para cobrir os fatos com o acompanhamento da polícia. O ocorrido foi comunicado aos órgãos de segurança para que o caso seja investigado”.

​​​

 

Fonte: Portal T5

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.