Jovem Pan: Nilvan critica governo e promete benefícios à Polícia Militar

O pré-candidato ao governo da Paraíba Nilvan Ferreira (PL) defendeu a redução de impostos, a ampliação de programas sociais e projetos para a economia do estado durante sabatina na rádio Jovem Pan João Pessoa, nesta segunda-feira (18). O comunicador ainda fez críticas ao atual governo estadual.

Confira alguns dos temas discutidos durante a sabatina:

Redução de impostos

Uma das bandeiras defendidas por Nilvan Ferreira, caso seja eleito governador, é a redução de impostos, em especial o ICMS. Segundo ele, o estado não deixa de arrecadar se  diminuir esse tributo. “O estado não perde. O dinheiro que a população economiza em uma coisa é gasto  em outra, o governo come em forma de tributo. O imposto muito alto acaba travando a economia”, afirmou ele.

Críticas a João Azevêdo

Durante a entrevista, Nilvan Ferreira criticou o uso de recursos públicos do Estado para o encontro de João Azevêdo com o ex-presidente Lula, no Rio Grande do Norte.

Benefícios para a Polícia

O pré-candidato garantiu que, se eleito, vai pagar 100% da bolsa desempenho para as forças de Segurança em 2023. O pagamento do benefício foi estabelecido pelo governo atual para ser efetuados em cinco anos.

Economia

Entre as propostas para a Economia da Paraíba, Nilvan Ferreira garantiu que vai desengavetar o Projeto Porto de Águas Profundas, caso seja eleito governador. Ele falou ainda que pretende recuperar o setor de mineração e investir no setor de energias renováveis.

Formação de chapa

O pré-candidato Nilvan Ferreira (PL) antecipou os nomes que estão sendo discutidos para o cargo de vice na chapa ao governo da Paraíba. Entre eles, estão sendo cotados: Arthur Bolinha e Giovanna Fernandes.

Intolerância política

Perguntado sobre o perigo do extremismo e da intolerância nesse período de eleições, Nilvan disse que defende o diálogo.

“As pessoas têm que se respeitar. Eu tenho o meu jeito de ver a sociedade, meu jeito de analisar. Eu só não concordo com atitudes extremas. Mas o que eu vejo hoje em dia é que há uma tentativa muito forte de jogar a culpa de tudo no presidente Bolsonaro. Eu não acredito que Bolsonaro incentive a violência. O debate político precisa acontecer, mas ele tem um limite. O limite da prudência, tolerância”, afirmou.

Polarizações e eleições

Pré-candidato pelo partido de Jair Bolsonaro (PL), Nilvan disse o presidente “não é nenhuma ameaça à democracia”. E completou: “Ataque à democracia é tolher as liberdades”.

Sobre as propostas de governo que devem disputar à presidência, Nilvan afirmou: “Não tem história de terceira via, os projetos estão claros. Há um lado que quer regular os meios de comunicação, que é a favor de aborto, das drogas. E tem um lado que é contra. Eu tô do lado das liberdades”.

A entrevista foi conduzida pelos jornalistas Daniel Lustosa, Dennison Vasconcelos e Karine Tenório, no Jornal da Manhã.

As sabatinas seguem até o próximo dia 26 de julho. Nesta terça-feira (19) será a vez  do pré-candidato João Azevêdo, do Partido Socialista Brasileiro (PSB), que deve disputar a reeleição ao cargo de governador da Paraíba.

A entrevista será transmitida, a partir das 7h, pelo Portal T5 e pelo canal oficial da TV Tambaú no YouTube, onde os telespectadores poderão fazer perguntas aos pré-candidatos.

Fonte: Portal T5

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.