Jovem que aplicava golpe do Pix pelo WhatsApp é investigado

Um jovem de 22 anos de Cidade Ocidental, Distrito Federal, está sendo investigado por aplicar golpes usando o Pix, prometendo multiplicar valores em até 10 vezes. O investigado confessou o crime, mas não foi preso.

Semelhante ao funcionamento do Urubu do Pix, o jovem publicava tabelas nas redes sociais que prometiam multiplicar valores de depósitos feitos via Pix. Por vezes, eram usadas contas hackeadas que compartilhavam a tabela com amigos e familiares da pessoa, como uma forma de garantia. As pessoas depositavam o valor, mas não recebiam nenhum retorno.

Segundo o investigado, ele comete o crime há quatro anos, após perder o emprego, e o golpe já alcançou centenas de pessoas de Goiás e do Distrito Federal. Com passagens por extorsão, extorsão mediante sequestro, receptação, porte ilegal de arma de fogo e estelionato, ele segue em liberdade.

(Fonte: Polícia Civil / Divulgação)(Fonte: Polícia Civil / Divulgação)Fonte:  Polícia Civil 

Crise e a vulnerabilidade social

A crise econômica e a inflação instauraram uma situação de vulnerabilidade social no país. Por mais absurdas que sejam as promessas de multiplicar a renda, os golpistas investem nas pessoas mais manipuláveis para tirar vantagem, seja por falta de informação ou por desespero.

Para evitar cair em golpes, é muito importante desconfiar de promessas milagrosas e checar todas as informações antes de compartilhar com amigos e familiares.

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.