Juíza manda moradora retirar pitbull de condomínio após residencial acionar Justiça em João Pessoa; apoiadores do animal fazem protesto

O pitbull Loki está sendo alvo de uma ação judicial do condomínio Bougainville Residence Privê, no Portal do Sol, em João Pessoa. O residencial quer que a dona cumpra o regimento interno da Convenção Condominial, o qual proíbe a “criação de cães ferozes de grande porte”. A juíza Daniela Falcão Azevedo acatou o pedido de tutela provisória antecipada do condomínio e determinou que o cão seja retirado em até 72h, o que gerou protestos.

Na manhã desta sexta-feira (3), a tutora do cachorro, a agente autônoma de investimentos Cristina Atalla organizou uma manifestação em favor de Loki, em frente ao condomínio. Vários amigos se reuniram em defesa da permanência do pitbull no condomínio e tiraram fotos com ele para demonstrar apoio e como ele não oferece risco de ataque.

“Ele só quer existir, ser lindo, bom, dengoso, manhoso e feliz. Mas a maldade do ser humano impede tudo isso. Por mais absurdo, surreal que possa parecer, o Condomínio Bouganville João Pessoa, onde moro, entrou na Justiça para que Loki seja RETIRADO da minha casa, como se fosse um sofá velho, uma coisa, um nada. Só eu e Deus sabemos o que estou sentindo agora. Indignação, tristeza, estou sem dormir, fisicamente péssima. Mas vamos lutar”, declarou Cris Atalla, nas redes sociais, conforme apurou o ClickPB.

Ainda segundo a tutora, “Loki, que nunca atacou nem demonstrou agressividade com nada nem ninguém está sendo privado de sua família, de seu lar, do amor onde sempre foi criado. Mais uma vez peço ajuda a todos. A quem puder repostar, ajudar, marcar. Pessoas más não podem ser vencedoras. Onde o bem se cala, o mal prevalece.”

O ClickPB disponibiliza o e-mail [email protected] para obter a resposta do Condomínio Bougainville Residence Privê.

Fonte: Click PB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.