Justiça condena acusados de atirar em perito da Polícia Federal em JP

Os dois homens acusados de atirar em um perito da Polícia Federal, em João Pessoa, foram condenados pela Justiça da Paraíba. Os réus Lucas Cristiano Barbosa Lucena (9 anos, 8 meses e 20 dias de reclusão) e Caio Fernandes de Souza (10 anos e 20 dias) devem cumprir a pena em regime inicial fechado. O crime aconteceu no bairro Tambaú, em fevereiro de 2021.

A sentença foi proferida pelo juiz Geraldo Emílio Porto, da 7ª Vara Criminal da Capital. Da decisão cabe recurso.

Durante as investigações foram colhidas as imagens das câmeras de segurança do local, realizadas perícias no local e no veículo da vítima. “Tais elementos, em consonância com os depoimentos colhidos em juízo são suficientes para apontar que os réus foram os autores das práticas delitivas ora apuradas, concluindo-se, portanto, que as materialidades e as autorias se encontram sobejamente comprovadas”, afirmou o juiz.

Na sentença, o magistrado destacou que “não há dúvidas de que os réus se insurgiram contra as vítimas, tentaram lhes ceifar a vida para subtrair o veículo do ofendido, porém não conseguiram o seu intento, por circunstâncias alheias as suas vontades, devendo, neste ínterim, serem condenados, mesmo porque, apesar dos esforços a defesa não conseguiu ilidir a acusação”.

Relembre o caso

O policial penal e a então companheira foram surpreendidos pelos criminosos quando pararam estacionaram o veículo em que estavam.

Durante a ação, Lucas anunciou o assalto ameaçando as vítimas com a arma, permanecendo com ela apontada para a então companheira do perito. Caio exigiu a entrega das chaves do veículo que caíram no chão quando o perito tentou entregar. Neste instante, Caio empurrou o agente da polícia, que revidou devolvendo o empurrão.

Nesse momento, Lucas reagiu à ação do perito e atirou em contra às vítimas. O agente de segurança sofreu uma lesão no pulmão e foi hospitalizado. Ele recebeu alta dias depois.

Veja imagens de câmeras de segurança no momento do crime:

Fonte: Portal T5

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.