Justiça revoga prisão temporária de youtuber Klebim

A Justiça do DF não aceitou o pedido de prisão preventiva contra o youtuber Kleber Rodrigues de Moraes, o Klebim, e de mais três pessoas. Com isso, a prisão temporária foi revogada no início da madrugada de sábado (26) e o influenciador foi liberado — mas terá que usar tornozeleira eletrônica. Ele é suspeito de liderar uma associação criminosa interestadual que praticava jogo de azar e lavagem de dinheiro.

Segundo a investigação, o esquema montado por Klebim era sofisticado e se valia de profissionais de web design – responsáveis pela implementação e troca dos sites onde as rifas eram vendidas – e empresários do ramo de compra e venda de automóveis de luxo. Em dois anos, o grupo teria movimentado mais de R$ 20 milhões.

O esquema de milhões

Ainda de acordo com a investigação da Corpatri (Divisão de Repressão a Roubos e Furtos, da Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais), o grupo atuava desde 2021 no sorteio de veículos por meio de rifas. De acordo com a polícia, além de não ter autorização para realizar as rifas, o grupo realizava os sorteios sem fazer recolhimento de impostos e fazia a lavagem do dinheiro comprando novos carros para continuar o esquema.

Com autorização judicial, foram apreendidos durante a operação veículos de luxo, entre eles um Lamborghini Huracán e uma Ferrari 458 Spider, avaliados, cada um, em R$ 3 milhões. Também foi sequestrada uma mansão no Park Way e determinado o sequestro de R$ 10 milhões das contas dos investigados.

Klebim tem 4 milhões de seguidores nas redes sociais: 1,6 milhão na página pessoal do Instagram, 1,3 milhão na página da empresa EstiboDub e 1,27 milhão no canal da empresa no YouTube. Desde que foi preso, o youtuber ganhou mais de 200 mil seguidores na internet.

Fonte: R7.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.