Motorola e Google crescem no mercado de smartphones dos EUA

O mercado norte-americano de smartphones está em um bom momento nos Estados Unidos. Segundo um relatório da empresa de consultoria Canalys, o setor apresentou uma melhora de 3,7% nas vendas de dispositivos no primeiro trimestre de 2022 em comparação com o mesmo período do ano passado.

A região segue com uma alta oferta e demanda de dispositivos, enquanto outras regiões trazem “incertezas” por questões políticas ou econômicas. Os números não são os mesmos do final do ano passado, que é o período de alta concentração de vendas com Natal e Black Friday, mas o desempenho é considerado satisfatório.

A quantidade vendida (barra azul) e o desempenho do setor em relação aos trimestres anteriores (linha verde).A quantidade vendida (barra azul) e o desempenho do setor em relação aos trimestres anteriores (linha verde).Fonte:  Canalys 

Entretanto, como a inflação é um problema também nos EUA, a maior busca por modelos mais baratos também foi registrada. Isso levou a algumas mudanças curiosas no ranking de marcas mais bem sucedidas na região.

Em alta e em baixa

A Apple segue a líder incontestável no mercado dos EUA, com 51% do setor e apresentando um crescimento de 19% em relação ao próprio desempenho no começo de 2021. O novo iPhone SE é tido como o principal responsável por esses números.

O ranking de marcas nos EUA.O ranking de marcas nos EUA.Fonte:  Canalys 

A Motorola, representada na lista pela dona Lenovo, cresceu 56% e chegou aos 10% do mercado dos EUA. Segundo a Canalys, ela foi a marca que melhor aproveitou a saída da LG do segmento de celulares, oficializada em 2021.

Já o Google foi a que mais subiu, com uma alta de 380% nas vendas do período pela boa recepção ao Google Pixel 6 e a falta de modelos similares no ano anterior.

As outras marcas do ranking são a Samsung (em segundo lugar), que se manteve estável com 27%, e a chinesa TCL, que teve uma performance 20% pior.

Fontes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.