Na Paraíba, Rodrigo Pacheco rebate Lula e diz que preço dos combustíveis é problema grave: ‘não é possível resolver com uma ‘canetada'”

O presidente em exercício, senador Rodrigo Pacheco, rebateu o ex-presidente Lula sobre a política de preços na Petrobras, a qual Lula declarou poder ser resolvida com uma ‘canetada’, assim como fez Michel Temer que implementou a política de Preço de Paridade de Importação (PPI) da Petrobras na crise após o impeachment de Dilma Rousseff. Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, em João Pessoa, nesta sexta-feira (10), Pacheco disse que esse “é um problema grave que não se resolve com soluções menores”.

“Temos um problema circunstancial que afeta o preço dos combustíveis. Temos uma necessidade de defesa do consumidor. Não é uma disputa entre União e Municípios e isso exige sacrifício que todos precisam fazer para reduzir o preço dos combustíveis. Eu reconheço que afetará os Estados, eles deixarão de arrecadar com esse projeto do ICMS, mas, repito, é um momento excepcional que exige de todos o sacrifício”, declarou à rádio Arapuan FM, na Paraíba, conforme apurou o ClickPB.

Ainda segundo Rodrigo Pacheco, “é um problema grave que não se resolve com soluções menores. Então não é possível resolver com uma ‘canetada’, com todo o respeito ao ex-presidente Lula.”

O presidente em exercício cumpre agenda nesta sexta-feira junto a senadores e ao presidente do PSD, Gilberto Kassab. Após participar de evento em João Pessoa, eles foram a Campina Grande, a convite da senadora Daniella Ribeiro, onde participarão da abertura do São João de Campina Grande, na noite de hoje.

Fonte: Click PB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.