Notícias do dia – O que você precisa saber para começar a sexta

Coveiro trabalha duranta a madrugada no Cemitério Vila Formosa, em São Paulo, no dia 31 de março de 2021 (AP Photo/Nelson Antoine)

Covid-19: Brasil registra 3.769 mortes em 24 horas, Covid-19: Quase 500 pessoas morreram à espera de um leito de UTI em março em SP, Março ‘sombrio’ teve 66.868 mortes por Covid-19 no Brasil, Lula não descarta aliança com ‘Centro’ contra Bolsonaro, Bolsonaro diz que ‘joga dentro’ da Constituição, Bolsonaro gastou mais de R$ 2,4 milhões nas férias de fim de ano, Rejeição ao governo Bolsonaro atinge recorde de 59% dos eleitores e trabalhadores poderão saber se receberão auxílio nesta sexta.

Confira o que você precisa saber para começar a sexta-feira, dia 2 de abril de 2021:

Covid-19: Brasil registra 3.769 mortes em 24 horas

O Brasil registrou 3.769 novas mortes pelo novo coronavírus e 91.097 casos da doença nesta quinta (1º). Com isso, o total de mortos chegou a 325.284 e o de casos a 12.839.844, de acordo com o painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde), um sistema próprio de informações que reúne dados de contaminados e de óbitos em contagem paralela à do governo.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Covid-19: Quase 500 pessoas morreram à espera de um leito de UTI em março em SP

Pelo menos 496 pessoas com Covid-19 ou suspeita da doença morreram à espera por um leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no mês de março no estado de São Paulo. O levantamento é do G1 e da TV Globo. O número representa 3,2% do total de 15.159 mortos em março, o mês mais letal da Covid-19 no Brasil com mais que o dobro de mortes do que o detentor de recorde anterior.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Março ‘sombrio’ teve 66.868 mortes por Covid-19 no Brasil

Um em cada cinco óbitos por Covid-19 no Brasil ocorreu no mês que terminou nesta quarta-feira (31), o mais trágico da pandemia no país. Segundo o consórcio de veículos de imprensa formado por Extra, O Globo, G1, Folha de S. Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo, que reúne dados passados pelas secretarias estaduais de Saúde, em março de 2021 foram notificadas 66.868 mortes pela doença, o equivalente a 20,77% do total de 321.886 vidas perdidas desde março de 2020.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Lula não descarta aliança com ‘Centro’ contra Bolsonaro

Em entrevista na noite desta quinta-feira (1º/4), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou aberta a possibilidade de o PT buscar alianças com setores de centro para a eleição de 2022 e criticou outros presidenciáveis que publicaram na quarta (31) um manifesto em defesa da democracia.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Bolsonaro diz que ‘joga dentro’ da Constituição

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se defendeu, durante sua live semanal nesta quinta-feira (1º), das acusações de autoritarismo e afirmou que “sempre joga dentro das quatro linhas da Constituição”, em alusão à demissão do general Fernando Azevedo e Silva do Ministério da Defesa e às saídas dos três chefes das Forças Armadas, no início desta semana.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Bolsonaro gastou mais de R$ 2,4 milhões nas férias de fim de ano

As férias de fim de ano do presidente Jair Bolsonaro em Santa Catarina e no Guarujá (SP), do dia 18 de dezembro a 5 de janeiro, custaram aos cofres públicos R$ 2.452.586,11. As informações foram obtidas pelo deputado federal Elias Vaz (PSB-GO), que havia apresentado requerimento à Presidência da República há três meses.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Rejeição ao governo Bolsonaro atinge recorde de 59% dos eleitores

As taxas de rejeição ao governo e ao trabalho do presidente Jair Bolsonaro seguem em alta, enquanto a proporção dos eleitores que apoiam o chefe do Executivo se mantém estável, na faixa de 33%. Pesquisa realizada pelo PoderData, de 29 a 31 de março, mostra que o governo Bolsonaro é hoje rejeitado por um recorde de 59% dos eleitores. A taxa é a mais alta já registrada desde o início da pandemia.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Trabalhadores poderão saber se receberão auxílio nesta sexta

Na última quarta-feira (31), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro da Cidadania, João Roma, anunciaram o novo Auxílio Emergencial. No entanto, os beneficiários só poderão saber se estão contemplados na nova rodada na próxima sexta-feira (2).

LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Yahoo Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *