Polícia conclui que não houve crime na morte de criança que caiu de prédio em João Pessoa

A Delegacia de Crimes contra a Pessoa (DCCPES) e o Instituto de Polícia Científica concluíram as investigações sobre a morte de uma menina de nove anos de idade, ocorrida no dia 22 de maio, no Bairro dos Estados, em João Pessoa. Foi descartada a hipótese de crime no caso, segundo nota divulgada pela Polícia Civil.

De acordo com a corporação, o trabalho investigativo, baseado em provas testemunhais, periciais, imagens de circuito de câmeras de segurança e outros meios de investigação, constatou que a criança pulou da janela do 22º andar do prédio.

O caso

Segundo os pais da menina, a criança estaria no quarto dela, por volta das 23h, quando foi vista pela mãe usando o celular em grupos de mensagens com adultos. A mãe teria tomado o celular e combinado de conversar com a menina no dia seguinte.

A mulher voltou para a sala, onde estava com o marido e o outro filho. O pai da menina teria ido ao quarto para falar com ela, mas ao entrar no local não a encontrou mais no cômodo e viu a tela de proteção da janela cortada.

Ele teria descido e ao encontrar a menina no chão, trouxe o corpo de volta para o apartamento, onde o colocou no sofá e o cobriu com um pano. O pai acionou a polícia e o socorro médico, mas a menina já estava morta.

Fonte: Portal correio

Créditos: Blog do Elias Hacker

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *