Policiais dos EUA dizem que tendência do TikTok fez aumentar roubo de carros com cabos USB

Policiais de diversos locais dos Estados Unidos afirmaram que uma nova tendência do TikTok fez o roubo de carros aumentar. Nos vídeos, intitulados “Kia Challenge”, criminosos ensinam como usar cabos USB para roubar veículos, principalmente das marcas Hyundai e Kia.

Segundo um documentários sobre a tendência, publicado pelo youtuber Tommy G, os ladrões descobrem carros da marca destrancados, removem uma proteção ao lado do volante e usam um cabo USB para dar partida. Em alguns casos, os bandidos quebram os vidros para entrar.

A tendência parece especialmente forte no meio-oeste do país. Na cidade de Milwaukee, 60% de todos os veículos roubados em 2021 foram das duas marcas — um aumento de 2.500% em relação a 2020, segundo o site CarBuzz.

Autoridades suspeitam que os primeiros “Kia Boyz” — como são chamados os ladrões que roubam carros com USB — tenham surgido na cidade, em meados de 2021, e agora a técnica se espalha por meio do TikTok e YouTube.

Um jovem foi preso em Milwaukee após a divulgação do documentário no YouTube, embora apenas 2% dos responsáveis pela onda de roubos tenha sido processada, segundo a polícia local.

No final de julho, a polícia de São Petersburgo, na Flórida, percebeu um aumento similar e emitiu um alerta para donos de carros das duas marcas.

“Alerta de roubo de carros KIA e Hyundai! A polícia percebeu uma tendência incomum. Desde 11 de julho, 23 de 56 carros roubados são modelos Kia/Hyundais 2021 e anteriores, que usam chaves para dar partida. Qualquer pessoa com um KIA/Hyundai que use uma chave, **por favor ** tranque-os”, diz o tweet. Avisos parecidos foram publicados por autoridades do Texas e Ohio.

Em entrevista à rede de TV WCMH, o comandante da polícia de Columbus, Duane Mabry, afirmou que a alta de roubos está relacionado a adolescentes.

 

“Para essas crianças, é um jogo e um símbolo de status para ver quantos [carros] eles podem roubar em um dia, e então usam esses carros para cometer uma série de outros crimes”, disse Mabry, em abril.

Muitos dos vídeos dos Kia Boyz mostram exatamente isso: adolescentes que roubam os carros rapidamente e depois aceleram em ruas quase vazias. Muitas vezes, as gravações se encerram com batidas.

De acordo com o site Insider, modelos Hyundai de 2015 a 2021 e Kia de 2011 e 2012 foram apontados como vulneráveis, já que permitem que permitem a partida sem a chave.

A Kia afirmou à rede NBC que está ciente do aumento de roubos, mas reiterou que os veículos da empresa vendidos no país “atendem ou excedem os Padrões Federais de Segurança de Veículos Motorizados”.

Em comunicado divulgado pelo site CarBuzz, a Kia afirmou ainda que “fornecerá travas antifurto de volante para proprietários de determinados veículos que não estão equipados com um imobilizador de motor”.

Já o TikTok, divulgou que a empresa “não tolera esse comportamento que viola categoricamente nossas políticas e e vídeos do tipo serão removidos se encontrados em nossa plataforma”.

Fonte: R7.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.