Primeira audiência sobre caso Mariana Thomaz acontece nesta sexta-feira (13)

Acontece nesta sexta-feira (13) a primeira audiência de Johannes Duceck, acusado de matar a estudante de medicina Mariana Thomaz. A ação é realizada no Fórum Criminal de João Pessoa e conta com a participação do Ministério Público e da defesa da jovem. Mariana Thomás de Oliveira, de 25 anos, foi encontrada morta, com sinais de asfixia, na manhã do dia 12 de março, em um apartamento no Cabo Branco, em João Pessoa. Mariana é natural do Ceará.

O suspeito do crime, o empresário Johannes Duceck, foi preso em flagrante. Ele é o proprietário do apartamento onde Mariana foi encontrada sem vida. Após o crime, o homem chamou o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) alegando que a vítima teria sofrido uma convulsão.

Imagens do circuito de monitoramento de um condomínio que fica no bairro Cabo Branco registraram os últimos momentos de vida da estudante. No material é possível visualizar que o casal chega pouco depois da meia noite. Nota-se também que a presença de uma garrafa de bebida. Eles caminham em um corredor até entrarem em um dos apartamentos.

Fonte: Portal T5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *