Relacionamento amoroso: 6 sinais de que o casal precisa de ajuda

O relacionamento amoroso precisa acrescentar algo de bom às nossas vidas, um “a mais”: algo que nos faça ser mais felizes ainda. Ter um namorado ou marido precisa ser sinônimo de ter um companheiro, alguém que está sempre junto, que lhe dá amor, carinho, apoio e a faz feliz.

Afinal, estar ao lado de outra pessoa é uma escolha, que fazemos para que nossas vidas sejam mais prazerosas — não o contrário. Porém, muitas vezes, principalmente em relacionamentos mais longos, todo esse brilho começa a se dissipar entre o casal.

Já não há conversas, as brigas se tornam mais frequentes e a infelicidade começa a mostrar suas garras. A relação vai se enfraquecendo e, quando percebe, ela já está desgastada e você não sabe o que fazer para retomar a conexão que havia antes.

Você se identificou com essa situação? Será que o seu relacionamento precisa de um auxílio profissional? Para ajudá-la a responder essa pergunta, separamos abaixo 6 sinais que indicam que uma relação não vai bem e que precisa de ajuda para melhorar. Confira:

Sinais de que um relacionamento amoroso está perto de acabar

1. Falta de interação e de comunicação

O tempo que passam juntos deixou de ser uma prioridade para vocês e, agora, fazem pouquíssimos programas um com o outro. Desde as coisas mais simples, como ir ao cinema, sair para conhecer um novo barzinho ou restaurante, até planos maiores e a longo prazo, como programar viagens..

A interação é mínima, quase automática, robótica. Além disso, a comunicação se resume ao absolutamente necessário e mais nada: a escola dos seus filhos, as contas que têm a pagar, o que precisam comprar no mercado. Há muito tempo não têm conversas descontraídas, sobre assuntos variados, só pelo prazer de conversarem entre si.

O diálogo já quase não existe. Vocês não contam um ao outro sobre o que está acontecendo em suas vidas, no trabalho, com amigos ou dentro do seu cotidiano, coisas que dizem respeito ao seu convívio. Não falam sobre seus sentimentos, aspirações, vontades e medos. Muitas vezes não são honestos.

2. Irritabilidade entre o casal

Esse é um sinal muito claro de que uma união não vai bem, principalmente, quando falamos de um relacionamento amoroso: tudo o que você faz irrita o seu parceiro e vice-versa. Às vezes, até coisas das quais costumava gostar, comportamentos ou jeitos que costumavam encantá-la, agora a irritam e o mesmo acontece com seu namorado ou marido em relação a você.

A paciência um com o outro já virou um pavio queimado. Pequenas coisinhas, que antes não teriam a menor importância, agora fazem com que se irritem facilmente.

3. Brigas frequentes

Essa é uma consequência direta do item acima. Vocês vivem discutindo pelos motivos mais fúteis, por coisas sem qualquer importância. E essas brigas começam do nada — qualquer conversa se transforma em um embate. E pior: se transformam em brigas pesadas, repletas do uso de sarcasmos, com ofensas desnecessárias, tanto ao outro quanto às coisas que os circundam, como suas famílias, trabalhos, amigos, hobbies etc.

Outra característica comum são os confrontos que se repetem sem parar: vocês estão sempre brigando pelos mesmos motivos. Isso significa que essas discussões já perderam completamente seu propósito como ferramenta para resolver um problema do relacionamento. Brigam só por brigar. Além disso, não conseguem superar desentendimentos passados. Tudo que aconteceu, todas os outros conflitos voltam à tona todas as vezes que discutem.

4. Desprezo

Há um senso de superioridade na forma como se tratam e lidam um com o outro. É como se apenas um de vocês, com suas qualidades, seu trabalho, sua família etc., fosse mais importante do que o outro. Há uma forma de desdém na maneira como conversam. Vocês diminuem e não veem importância nos desejos e planos do outro.

Quando o convívio entre um casal é recheado de desprezo, isso evidencia como aquela relação está doente e desgastada.

5. Falta de desejo sexual

O sexo é um forte indicativo de como anda a qualidade da vida do casal.

Este é o momento de mais intimidade entre duas pessoas e também reflete a satisfação ou insatisfação com a relação de forma geral. A falta do desejo sexual pelo outro e o sexo ruim, mecânico, sem carinho, sem tesão — tudo isso também pode sim significar que as coisas não estão bem não só entre quatro paredes, mas em outros aspectos.

6. Você se sente infeliz, mesmo que esteja tudo bem

Sim, pode aparentar estar tudo bem, você pode amar muito o seu namorado ou marido, mas mesmo assim estar infeliz. Amar o outro não significa, categoricamente, que está satisfeita com o seu relacionamento amoroso, nem o fato de estar infeliz, necessariamente, significa que deixou de amar seu parceiro.

Às vezes, devido aos problemas que vão aparecendo ao longo dos anos, dos conflitos do dia a dia e de um relacionamento que cai na rotina, você começa a se sentir infeliz e insatisfeita. Se sabe que ainda ama o seu parceiro mas se sente infeliz, isso é um enorme sinal de que o relacionamento não vai bem e um maior ainda de que deve lutar para salvar essa relação.

É normal que o namoro ou casamento mude conforme o tempo e a paixão já não seja tão ardente como no início. Mas há uma diferença entre isso e uma união que já está na beira do precipício, só esperando o empurrãozinho final para acabar de vez.

Mas, assim como há o empurrão para acabar, também há outra alternativa: fazer, pouco a pouco, o caminho de volta. Você tem a opção de tentar resolver os problemas e reconstruir aquela relação maravilhosa do início. Existem algumas opções para quem está passando por essa situação.

O mais indicado é que vocês procurem um profissional para ajudá-los nessa missão de reerguer seu amor e salvar seu relacionamento amoroso. Apostar em treinamentos de final de semana, por exemplo, são ótimas escolhas que podem ajudar quem passa por um momento como esse.

Wendell Carvalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *