Saúde discute retorno das aulas presenciais na rede municipal de João Pessoa

A Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa está discutindo sobre a possibilidade do retorno das aulas presenciais na rede municipal de ensino, com os protocolos de segurança contra Covid-19. Somente as escolas particulares que ofertam os ensinos infantil e fundamental podem presencial ou de forma híbrida.

Ao ClickPB, o secretário Fábio Rocha informou que debate sobre o assunto, mas não adiantou se no novo decreto, que deve ser publicado nesta segunda-feira (03), virá com a liberação das aulas presenciais na rede municipal. Hoje, a pasta se reúne com o jurídico para discutir quais medidas devem ser adotadas para os próximos 15 dias, já que o decreto anterior findou no domingo (02).

No decreto de 18 de abril, as instituições de ensino infantil e fundamental I e II, da rede privada, poderiam optar pelo funcionamento de forma remota, híbrida ou presencial com capacidade máxima de 50% por turma, mantendo o distanciamento de 1,5 metro entre os alunos. Já na rede municipal de ensino, o retorno das aulas presenciais continuou suspenso.

As escolas e instituições privadas de níveis superior e médio poderiam funcionar apenas no modelo remoto. Já as aulas práticas para os estudantes que estiverem concluindo cursos superiores poderão se dar de forma presencial, desde que o estabelecimento siga as normas de distanciamento social, uso de máscaras e higienização das mãos.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Capital (Sintem) já defendeu a volta somente após a vacinação dos servidores, inclusive após 20 dias da aplicação da 2ª dose da vacina contra Covid-19. O prazo para imunização da categoria ainda está sem previsão na Paraíba. Na área de educação tem uma média de 14 mil trabalhadores em João Pessoa.

Click PB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *