Sites do Ministério da Saúde saem do ar após tentativa de invasão

Sistemas do Ministério da Saúde estão fora do ar desde a madrugada desta terça-feira (17). Segundo um comunicado do órgão, as plataformas Conecte SUS, e-SUS Notifica e SI-PNI saíram do ar após um tentativa de acesso indevido.

A invasão foi identificada pelo Departamento de Informática do SUS (Datasus) na tarde de ontem (16). Após a identificação do problema, o sistema está passando por uma “manutenção corretiva” e deve voltar às 16h.

O ministério afirma que todos os acessos foram suspensos para evitar que informações do sistema fossem comprometidas, além de assegurar que a manutenção não causou impacto nos dados.

“O Ministério da Saúde Informa que o Programa Conecte SUS, e-SUS Notifica e SI-PNI se encontram em manutenção corretiva, com previsão de retorno para as 16h. O Departamento de Informática do SUS (Datasus) identificou nessa segunda-feira (16) uma tentativa de acesso indevido e, para resguardar as informações, os acessos foram suspensos até que toda análise seja realizada. Vale ressaltar que a manutenção não causou impacto nos dados das plataformas”, diz a nota da pasta enviada à imprensa.

Histórico

Esta não é a primeira vez que os sistemas do Ministério Público são alvos de ataques cibernéticos. Em dezembro do ano passado, o ConecteSUS ficou fora do ar, deixando os dados epidemiológicos e comprovantes de vacinação indisponíveis.

“Os nossos sistemas e as informações de Covid-19, como casos, óbitos e da Campanha de Vacinação, são guardados na nuvem. O hacker conseguiu acessar a nuvem e excluiu os nossos sistemas”, afirmou Rodrigo Cruz, secretário-executivo do Ministério da Saúde, na época. Em janeiro, os sistema voltou ao normal.

Fontes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.