Suspeito de matar colega de trabalho alega defesa de abuso sexual

O homem suspeito de ter matado o colega de trabalho, na última quinta-feira (7), no bairro do Bessa, em João Pessoa, passou por audiência de custódia nesta sexta-feira (8). A Justiça decidiu pela manutenção da prisão do suposto assassino de Maurício Custódio.

Em depoimento, o detido disse que teria sido vítima de um assédio sexual pelo colega enquanto dormia e, para se defender, o golpeou com uma faca.

Polícia Militar (PM) informou que os homens são de fora do estado e estavam hospedados num apartamento a trabalho. O suspeito tentou fugir antes de ser capturado.

Fonte: Portal T5

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.