Tempestade solar atinge a Terra e causa fenômeno no céu; assista

Entre a última quarta-feira (20) e esta quinta (21) a Terra está sendo atingida por uma tempestade solar. Mas calma, apesar do nome assustador, o fenômeno não deve causar grandes problemas para nós. No entanto, uma das consequências deste evento é o surgimento de Auroras no céu, gerando algumas imagens lindas que você pode conferir abaixo.

Infelizmente, para nós aqui do Brasil, não deve ser possível ver as auroras. Isso pois o fenômeno ocorre no hemisfério norte e apenas em localidades específicas, principalmente em regiões dos Estados Unidos, Canadá, Rússia e Groenlândia.

Tempestade solar

A tempestade solar foi classificada como G1 na escala da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA). Uma tempestade da classe G1 não afeta a saúde humana na superfície da Terra, mas pode causar uma interrupção nas flutuações da rede elétrica e nas operações de satélite.

Apesar da tempestade ser fraca, ela é resultado do atual ciclo solar, considerado bastante intenso por especialistas. Sempre que os pólos magnéticos do sol se invertem, começa um novo ciclo solar. Esse processo acontece aproximadamente a cada 11 anos é observado com atenção pelas agências espaciais já que pode determinar a durabilidade de tecnologias enviadas ao espaço e até mesmo a saúde dos astronautas.

O ciclo atual começou em dezembro de 2019, e antes disso estávamos em um período de bastante calmaria, já que o ciclo anterior era considerado tranquilo, com baixa quantidade de vento solar expelido da estrela no centro do nosso sistema. No entanto, o ciclo atual é considerado mais intenso e desde de outubro do ano passado, o sol está expelindo mais vento e gerando manchas e erupções solares de forma mais frequente.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.