Valdemar põe candidato de Bolsonaro no comando do PL em GO

O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, colocou o deputado federal major Vitor Hugo, ex-líder do presidente Jair Bolsonaro (PL) na Câmara dos Deputados e pré-candidato ao Governo de Goiás, no comando do partido no estado. O posto era ocupado pela deputada federal Magda Mofatto.

Antes de Magda, a presidência do partido em Goiás era ocupada por Flávio Canedo, marido dela. Ele saiu do cargo após divergências com a chegada de major Vitor Hugo à legenda, em março deste ano.

 

A reconfiguração do partido de Bolsonaro em Goiás provocou uma crise entre as alas de Vitor e Magda, aliada de Gustavo Mendanha (Patriota), também pré-candidato ao governo. Após a substituição no comando do diretório goiano, o casal publicou nas redes sociais uma imagem com os dizeres “o silêncio fala mais que mil palavras”.

O major assumiu a presidência do partido em 11 de maio. Segundo apurou o R7, a troca foi fechada por Valdemar e pelo presidente Bolsonaro.

“A intenção é unificar o partido em Goiás e passar a impressão correta para as bases partidárias de que o nosso projeto, sólido e concreto, tem apoio do presidente Bolsonaro e apoio institucional do partido, com o presidente Valdemar”, argumentou o major Vitor Hugo sobre a substituição.

 

Ainda não há definição sobre quem ocuparia o cargo de vice de Vitor Hugo na corrida pelo governo. O nome do partido para o Senado, por sua vez, é o empresário Wilder Morais, que assumiu a vice-presidência da legenda no estado.

Indagado sobre a crise, o major a nega. “Da minha parte, nenhum atrito. A minha intenção é construir a unidade no partido e pontes para o futuro da direita no estado”, afirmou. A reportagem procurou Magda, mas não obteve retorno.

Fonte: R7.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.