Vítima faz denúncia na escola e polícia prende suspeito de estuprar 5 filhas, na PB

Agentes aqui da Delegacia da Mulher prenderam, na tarde desta sexta-feira (20), em flagrante, um homem de 55 anos suspeito de ter abusado das cinco filhas duas. A prisão aconteceu no bairro Gramame, na região conhecida como Novo Geisel.

Duas filhas mais velhas já não moravam com ele, mas as outras eram submetidas violência física, psicológica e sexual, segundo a delegada Wladia Holanda, que acompanha o caso. Ela relatou que o ultimo abuso sexual contra uma das vítimas teria sido cometido momentos antes do acusado ser preso.

“Estamos com diligências interruptas desde as primeiras horas da tarde hoje, quando fomos acionados pelo centro de referência da mulher. Essa denúncia nos impactou bastante, tendo em vista que esse cenário de abusos sexuais, abuso psicológico e violência física estava acontecendo no ambiente familiar. As filhas desse homem estavam sendo oprimidas e, silenciosamente, mantidas sob essa condição. Para nossa surpresa, a última ocorrência foi consumada hoje, de modo que nós conseguimos prendê-lo em flagrante”, disse.

A delegada informou ainda que contra o pai das vítimas já existe uma condenação pelo mesmo crime.

“Diligências foram feitas na presença do jurídico, na presença da equipe da do centro de referência, da nossa equipe da Polícia Civil e o banco de dados foi acionado. Descobrimos a existência de um mandado de prisão expedido pela Primeira Vara Criminal, já com sentença condenatória de 30 anos, e se reporta uma investigação que ocorreu no ano de 2016 pela mesma conduta, ou seja, nessa época, a essa moça que foi continua sendo vítima dele era menor de idade, era uma das demais que estavam sendo abusadas sexualmente”, revelou.

Essa jovem tem hoje 20 anos de idade. Ela confidenciou na escola que ainda nesta madrugada teria sido abusada pelo próprio pai. A escola tomou conhecimento levou o caso para o Centro de Referência da Mulher, que acionou a Polícia Civil. A delegada conversou com a vítima e a encaminhou para a realização de exames no Instituto de Polícia Científica, no bairro Cristo Redentor.

Fonte: Portal T5

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.